SONHANDO COM A ARTE

SONHANDO COM A ARTE

quinta-feira, 16 de junho de 2011

Mensagen do Encontro Pedagógico (15/06/2011)

O DOTE
No distante Pacífico Sul há uma ilha chamada Nurabandi e, perto dela, uma outra, de nome Kiniwata.
Os nativos desta ilhas são pessoas maravilhosas, boas e altivas, mas entre eles existe o antigo costume de se oferecer um dote para a família de uma moça quando ela é pedida em casamento.
Johnny Lingo vivia na ilha de Nurabandi. Era elegante e rico, talvez o homem de negócios mais capaz em toda a ilha. Todos sabiam que, jovem e solteiro, ele poderia se casar com qualquer das meninas da região. Mas Johnny só tinha olhos para Sarita, que morava em Kiniwata, o que intrigava muitas pessoas.
Sarita era uma moça simples, pouco atraente. Quando andava, seus ombros se curvavam e sua cabeça se abaixava.
Mas Johnny estava apaixonado por Sarita e combinou de se encontrar com o pai da moça, um homem chamado Sam Karoo, para pedir sua mão em casamento e combinarem o dote.
O dote era sempre pago em vacas, animais muito valorizados nas pequenas ilhas do Pacífico. Contava-se que as famílias de algumas das moças mais bonitas da região recebiam quatro vacas como dote e, em casos excepcionais, cinco.
Johnny Lingo era o comerciante mais sagaz da ilha de Nurabandi, e o pai de Sarita era um nada na ilha de Kiniwata. Sabendo disso, Sam Karoo, preocupado, reuniu a família na véspera do encontro e, nervosamente, anunciou sua estratégia: ele pediria a Johnny três vacas, acenando com a possibilidade de receber duas, até ter certeza de que o noivo daria pelo menos uma.
No dia seguinte, logo no início da reunião, Johnny olhou firmemente nos olhos de Sam Karoo e disse tranqüilamente:
– Venho pedir a mão de Sarita em casamento e gostaria de oferecer oito

vacas como dote.
Sam, gaguejando, disse que estava bem assim. O casamento foi maravilhoso, mas ninguém na ilha conseguiu compreender por que Johnny dera oito vacas como dote para se casar com Sarita.
Seis meses depois, um visitante americano, o talentoso escritor Pat MacGerr, encontrou-se com Johnny Lingo em sua bela casa em Nurabandi e perguntou-lhe sobre as oito vacas. O escritor já estivera na ilha de Kiniwata, onde soube que os moradores ainda comentavam o fato de o simplório Sam ter passado Johnny para trás com o dote de oito vacas por Sarita, tão simples e sem graça.
Porém, em Nurabandi, ninguém ousava rir de Johnny Lingo, pois ele era muito considerado na ilha. Quando o escritor finalmente encontrou Johnny, os olhos do recém-casado brilhavam durante a conversa:
– Soube que falam de mim em Kiniwata. Minha mulher é de lá.
– É, eu sei – disse o escritor.
– Pois me conte, o que dizem? – perguntou Johnny.
O escrito, tentando usar de diplomacia, respondeu:
– Bem, que você se casou com Sarita numa linda festa.
Johnny pressionou o escritor até que ele finalmente lhe contou:
– Comentam que você deu oito vacas como dote por sua mulher e ninguém compreende por que fez isso.
Quando o escritor acabou de dizer essas palavras, a mulher mais bonita que já vira entrou na sala para colocar flores sobre a mesa
Era alta, tinha um lindo porte. O queixo era reto. E, quando seus olhos cruzaram com os de Johnny, havia uma inegável faísca.
– Esta é minha mulher, Sarita – disse Johnny, que agora de divertia com a situação, ao ver o escritor completamente assombrado. Sarita pediu licença, e então Johnny começou a explicar.
– Você nunca pensou o que deve significar para uma mulher saber que o marido ofereceu por ela o valor mínimo pelo qual poderia ser comprada? Depois do casamento, as mulheres falam entre si, se vangloriam de quanto os maridos deram por elas. Umas dizem quatro vacas, outras diz três. Mas como se sente a mulher pela qual o marido deu apenas uma vaca? – 
Questionou Johnny. – Eu não deixaria isso acontecer com a minha Sarita. Queria que ela ficasse contente, sim, mas era mais que isso. Você diz que ela

não se parece com a descrição que fizeram dela. É verdade, mas muitas coisas mudam uma mulher. Acontecem coisas no interior e também no exterior das pessoas, porém o mais importante é o que cada uma pensa sobre si mesma. Em Kiniwata, Sarita acreditava que nada valia, mas agora sabe que vale mais que qualquer das mulheres dessas ilhas.
Johnny Lingo fez uma pausa e acrescentou:
– Eu queria me casar com Sarita desde o início. Eu a amava, não a qualquer outra. Mas eu também queria ter uma mulher que valesse oito vacas e, como você pode ver, meu sonho se tornou realidade.

CORES... MIL CORES...

CORES... MIL CORES...

2014 ..."SOU CRIANÇA ...SOU ARTEIRO ...SOU ARTISTA"...

2014   ..."SOU CRIANÇA ...SOU ARTEIRO ...SOU ARTISTA"...

Pesquisar este blog